quinta-feira, 21 de agosto de 2014

QUINTA DE POESIA







         O BALLET DA ROSA

Não é menos rosa ao despetalar-se a rosa
Só um estágio além do entrefechado botão
Entreaberta flor.

Uma rosa é uma rosa é uma rosa

Fino e delicado traço
Pura poesia, inspirada prosa

E, cada pétala caída
Uma exclamação
Uma nota saída
Parada vibração

Não é menos rosa
A rosa ao despetalar-se
De todos os ornamentos
E da vida a livrar-se


Paulo Corrêa Meyer


Philadelphia  8/5/2010




Foto: minha

2 comentários:

Maria Vilma disse...

MA!Que poesia linda!
Poesia com poesia se paga...
"Quando as aves falam com as pedras
E as rãs com as águas
É de poesia que estão falando".
(Manoel de Barros)
Salve, Salve os poetas!

Abraços e obrigada! MaVi

MARIA ARACI disse...

Oi MaVi que bom tu passares por meu blog!!! O poeta é meu irmão e estou o ajudando organizar as poesias dele pois vai lançar seu primeiro livro na Feira do Livro aqui de Porto Alegre, em Outubro!