terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

LEMBRANÇAS DA INFÂNCIA




Algumas imagens nos lembram instantaneamente da nossa infância: o jogo de croquet que jogava na casa da praia com meus irmãos e algumas vezes com meu pai e minha mãe. Bolas de madeira com uma listra de cor, tacos, também de madeira, com a cor correspondente às bolas, arcos de metal por onde as bolas deviam passar, impulsionadas pelos tacos, seguindo um percurso pré determinado. Foi o que aconteceu quando eu vi uma foto, no Instagram, da obra do artista brasileiro, radicado na França, Júlio Villani. Ele, em maio de 2016, fez uma instalação na Abadia de Saint-Jean d'Orbestier, em Chateau-d'Olonne ao oeste da França. Era um jogo de croquet gigante, proporcional ao espaço e ao volume do interior da abadia.
 A obra, poética e lúdica, tinha o nome de "Le Peu de Realité".






Fotos: Entrevoirart




2 comentários:

Mia Athayde disse...

Uaaaauuuuu MA !
Já imaginou ver isso ao vivo e em cores?????
Espetacular !
O local é impressionante e o contraponto do sagrado/antigo com o dia à dia contemporâneo instigante!
Adorei!
bjssss

MARIA ARACI disse...

Mia: eu também adorei e mais porque me trouxe memórias tão boas da minha infância!!! Este artista tem também outra obra com bilboquês gigantes, onde ele faz a relação do feminino com o masculino!!! Interessante também!!!