terça-feira, 3 de setembro de 2013

YUKEN TERUYA



Através de uma foto de Consuelo Blocker em sua atual estada em Londres, fiquei curiosa sobre o trabalho do artista que ela viu na Saatchi Gallery: Yuken Teruya. Nascido em Okinawa, no Japão, agora trabalha e vive em New York. Ele trabalha com recortes em papel, coisa que sempre me fascina. Faz trabalhos em diversos materiais mas este feito em sacolas de papel de lojas, algumas de grifes famosas, símbolos do consumismo, que poderiam simplesmente ser descartadas, e que ele transforma em base para sua arte, é realmente interessante.Ele corta arvores do próprio papel das embalagens."Existe uma justiça poética da arvore estar representada na sua forma original antes de ser transformada em papel e em sacolas". Estas sacolas estão colocadas num angulo de 90º com seu fundo sobre a parede e a luz passa através do pedaço cortado da sacola. Lembrou-me o trabalho de outra artista, Su Blackwell que faz do recorte o instrumento de uma arte fantástica onde ela faz brotar de páginas de livros, verdadeiras esculturas. Vale a pena visitar também seu site.



Sacola da Dior
Sacola da Louis Vuitton
Sacola da Givenchy
Sacola da Marc Jacob
Sacola da Pucci
Sacola da Sephora




Sacola de Tory Burch.
Sacola da Le Bon Marché.

 Fotos: Yuken Teruya, imagens Google

2 comentários:

Quiteria Franco disse...

Querida, vim do blog da Consuelo para cá e valeu a pena. Que maravilha a emoção que vem das sacolas assim consideradas.
Parabéns!
Bjos.

Marly Camanho Papa disse...

Teste